30 de março de 2014

RESENHA: O Lado Bom da Vida - Matthew Quick


Desafio Literário do Tigre
03/12 - Filme ou Livro

O Lado Bom da Vida - Matthew Quick

O livro foi escolhido pois foi um dos únicos que lembrei de ter assistido o filme antes de ler o livro. Creio que pelo oscar, fiquei mais tentada a assistir de uma vez. Lembro de não ter achado o filme grandes coisas e desanimar para ler.

Enfim, a estória do livro começa devagar, quase desisti de seguir em frente algumas vezes, o Pat do livro consegue ser mais retardado que o do filme. Acabei por considerar algumas mudanças de enredo do filme desnecessárias e prejudiciais.

Como por exemplo a idade de Tiffany. Ela na verdade é mais velha que Pat, se ele tem 35 anos no livro, é uma mudança drástica colocar seu par romântico com 20 e poucos. Assim coosmo nãto gostei da mudança no concurso de dança que eles participam. Foi quando eles começam a ensaiar que comecei a gostar de ler. A partir daí a leitura vale a pena, é visível os avanços que Pat tem rumo à cura de seu estado frágil. Fiquei contente com a diminuição de sua obsessão por Nikki.

Outro ponto muito interessante são as constantes referências à literatura norte-americana e aos filmes do Rocky. Gostei muito mesmo das análises de Pat acerca de suas leituras. Talvez seja pela minha própria parcela de instabilidade mental que o que ele dizia fazia sentido, mesmo que algumas vezes discordasse.

Por outro lado não vejo porque Pat se condena pela separação. Depois que ele recupera a memória e o leitor descobre afinal o que causou o 'Tempo Separados' fiquei irritada, pois Nikki é retratada a todo tempo como uma vítima e os pais de Pat como parciais demais e protetores do filho. Mas só posso dizer o seguinte: faria exatamente o mesmo que Pat e não consigo entender como um juiz daria tudo para a idiota da ex-mulher de Pat.

O final do filme não foi algo marcante para mim pois não lembro como foi, mas o fim do livro foi uma graça, o melhor das 256 páginas. As reflexões de Pat sobre a relação entre ele e Tiffany, e como eles evoluíram é incrível. Amei a frase 'Preciso de você.' É mais sincera que 'Eu te amo' e cia.

Veredito final: LIVRO com certeza. Mesmo que não seja um livro que eu consideraria como um MUST READ, se mostrou uma agradável surpresa.